Ademilson Marçal

Marcelo Lacerda – São Paulo, 29 de Maio de 2020.


Fonte: Arquivo Ademilson

Saudações povo do samba!
Essa semana trago a vocês um grande violonista 7 cordas de Guarulhos! O meu grande amigo Ademilson Marçal!

Ademilson Ribeiro nasceu em 1981 na cidade de Guarulhos, filho de Natalina e seu Osvaldo (violonista também), muito parecido com o Mestre Marçal por sinal. Durante o período escolar, conheceu um garoto da mesma sala e que se sentava na mesa atrás da dele e vivia batucando na carteira,  o que foi chamando sua atenção até o dia em que perguntou seu nome, ele respondeu: Lincoln (outro amigo, grande percussionista da Goiabeira, mas vai ficar pra uma futura coluna) e pediu pra que ele lhe ensinasse aquela batucada, e ele rapidamente aprendeu, a partir daí fizeram amizade e o Lincoln o convidou pra ir em um samba na casa do Valtinho na rua Maurício de Nassau onde conheceu o samba e a rapaziada da Goiabeira.  Na mesma semana pediu um banjo pra sua mãe, e a dona Natalina o presenteou.

Então ele procurou o Ricá (outro grande músico da Goiabeira que foi o professor de muitos cavaquinistas bons de Guarulhos) o mesmo começou a lhe passar os primeiros acordes, dedicado,  aprendeu rápido e em um mês já tinha aprendido as batidas e as sequências. Não demorou muito já estava acompanhando a rapaziada pelos pagodes à fora.

Também nessa época Ademilson teve a oportunidade de estudar com o grande violonista e professor Luciano da zona leste onde passou a aprender a linguagem do choro. Embora tenha ficado pouco tempo com o mestre,  foi o suficiente para desenvolver os estudos no violão. Graças a seu tio Fernando que o incentivou a estudar na Universidade Livre de Musica Tom Jobim (ULM),  Ademilson “ainda” Ribeiro fez a prova, mas inseguro não quis saber o resultado,  aí que entra um outro grande musico o B.A. que era seu primo e de tanto insistir pro Ademilson ir saber o resultado sem obter êxito, decidiu ele mesmo ligar na ULM e procurar saber o resultado e comunicar ao primo que havia passado entre os primeiros! Nascia ali o músico Ademilson Marçal da escola de música ULM, como violonista de 7 cordas, arranjador, multi-instrumentista, compositor, começou tocando música instrumental brasileira.

Como violonista de 7 cordas, ganhou dois carnavais em Guarulhos. Atualmente acompanha o sambista e compositor Yvison Pessoa em shows e eventos pela cidade de São Paulo, participou também da gravação do DVD “O Nosso Samba Ta Aí” e fez o lançamento do disco “Trajetória” de Yvison Pessoa.

Iniciou tocando nos grupos Atividades, Sambadá, Grupo de Bem Com a Vida, tocou na primeira formação da Comunidade Samba da Árvore, Dikuã e os Meninos e atualmente acompanha o grupo Senzala Antiga.  Ao longo de sua carreira acompanhou diversos artistas como: Horondino Silva (Dino 7 cordas), Sombrinha, Zé Luís do Império, Monarco, Neguinho da Beija Flor, Leci Brandão, Almir Guineto, Nei Lopes, Aluísio Machado, Capri, Diogo Nogueira, Wilson Moreira, Velha guarda do Camisa Verde e Branco, Velha Guarda da Nenê de Vila Matilde, Seu Carlão do Peruche, Tia Cida dos Terreiros, Duda Ribeiro, Raquel Tobias, Letícia Santos, Dri Lima, Som Mulheres, seu Marco Antonio da Vila Matilde, Royce do Cavaco, Luizinho SP, Samba da Garoa, Wilsinho Procópio, Toninho Geraes, Cleber Augusto, Marquinho Dikuã, Marcia Inayá, Esmeralda Ortiz do Carmo, Tobias da Vai Vai, Marquinhos Jaca, Emerson Urso, Chapinha da Vela, Graça Braga , Willian Nascimento, Marcio Prata e outros.  Grupos como o J. B. Samba e Só Preto Sem Preconceito! Entre as diversas casas que já tocou estão o Traço de União,  Bar Mangueira,  Tropical Butantã e Teatro Rival (RJ).

Estação Goiabeira
Jd. Munhoz – Guarulhos – SP
1990

 

Contatos com o Colunista:
E-mail: mlarcerda@revistacavaco.com.br